Por que Battle Royale faz tanto sucesso? – Teoria


(TODO CONTEÚDO DESSE TEXTO PODE SER VISTO NO VÍDEO ACIMA)

Um colega meu do youtube, o Hasttro, resolveu perguntar a minha opinião sobre o por quê jogos Battle Royales estavam fazendo tanto sucesso. Esse questionamento é tão complicado que ao pensar e buscar a resposta disso, achei interessante compartilhar com vocês as minhas conclusões. Para quem está vivendo em uma caverna nos últimos anos ou simplesmente joga e não conhece o termo, deixa eu explicar do que se trata: Battle Royale é um estilo de jogo em que um jogador joga contra vários outros jogadores, você pode competir contra 99 jogadores, por exemplo. É dos estilos de jogos mais populares hoje em dia, com uma quantidade absurda de jogadores ativos e de visualizações no youtube.

Highlander – O Battle Royale dos anos 80

Antes de entender o fascínio do battle royale, precisamos compreender o conceito e de onde ele veio. Podemos dizer que enredos nos quais uma pessoa luta contra vários existem desde de sempre. Uma prova disso é o filme Highlander, cujo o enredo é sobre indivíduos que nunca envelheciam e tinham que matar outros iguais a eles, até sobrar apenas um, para adquirir “o prêmio” no final. Mas esse negócio ficou famoso mesmo com o filme japonês Battle Royale, um adaptação de um livro de sucesso, que também foi adaptado como mangá, que mostra um futuro distópico no Japão, onde alunos são mandados para uma ilha e lá lutam até a morte, só voltando para casa um sobrevivente. Existe todo um contexto para que isso seja possível na história, mas não importa muito, pois a ideia de competição entre amigos e a busca da melhor colocação mexeu com o imaginário popular. Não demorou muito e isso virou um gênero de anime, para depois dominar as prateleiras ocidentais com obras como Jogos Vorazes e era uma questão de tempo para que algo assim fosse adaptado para os videogames.

Battle Royale – O filme japonês

Essa transição do Battle Royale para os jogos foi feita aos poucos, inicialmente com modificações feitas por fãs de outros jogos. Um dos mods de maior destaque foi o DayZ Battle Royale, que era uma modificação, de uma modificação que adicionava zumbis no jogo Arma 2. No mod Day Z original, já era claro que o maior desafio do jogo não era exatamente os zumbis, mas sim outros humanos que você encontrava no caminho que estavam loucos para sobreviver, então por que não focar o jogo no embate de jogadores até sobrar um sobrevivente? Foi o que Brendan Greene pensou, o desenvolvedor do mod Battle Royale de Dayz. Era uma ideia muito boa para ser uma modificação gratuita, então Greene pensou em fazer um jogo com essa ideia e assim nasceu PUBG, um título de enorme sucesso imediato.

Eu tenho comigo um pensamento que explica muito bem o que estamos passando: Videogames não influenciam pessoas, as pessoas que moldam os games como elas querem e como qualquer forma de arte, os jogos eletrônicos são frutos do contexto social de sua época. Vivemos em um mundo com recursos escassos, com pessoas que te condenam por chegar aos 30 anos sem ter o seu primeiro milhão; te forçam a competir por tudo e com todos, inclusive contra os seus amigos e zombam da sua cara por se arrepender da faculdade que você fez. Os valorizados são aqueles que desde cedo sabem o que querem e acabam descobrindo como se dar bem em um mundo cada vez mais competitivo. Essa é a razão de Highlander não ter virado um estilo de história tão copiada no anos 80, mas o filme Battle Royale acabou sendo bastante influente nos anos 2000. O estilo de jogo Battle Royale pode ser uma metáfora ainda maior.

Fortnite

Você ser bom e ter conhecimento do jogo faz diferença, mas se der o azar de cair em um local com itens ruins, vai morrer facilmente. É injusto depender tanto assim da sorte, mas toda essa aleatoriedade nós já estamos acostumados, pois afinal de contas, todo mundo tem aquele primo que passou em 30 faculdades federais e você ainda não sabe o que fazer da vida. Acontece que o seu primo teve a sorte de saber o que queria fazer desde de cedo, sorte essa que a maioria de nós não temos ou ele apenas finge estar confiante, mas na verdade só tem facilidade em atividades repetitivas e em decorar as coisas, mas está tão inseguro quanto você.

Essa competitividade do Battle Royale desperta a fúria dos jogadores mais velhos, pois afinal de contas, trata-se de um estilo de jogo em que apenas um vai sair vitorioso e 99 pessoas vão perder, mas essa é a cultura na qual vivemos e os mais jovens entendem muito bem isso, pois a busca de uma vitória tão difícil e disputada já é o presente e o futuro deles. Esse esforço insano para ser o melhor é a razão de tantas pessoas estressadas e depressivas nos dias de hoje e talvez elas busquem em um jogo algo que reflita um pouco a realidade, mas de um modo mais divertido e mesmo que de forma inconsciente, se identificam com aquele jogo.

Assim como na vida, nesse estilo de jogo você também não tem tempo para pensar no que fazer, pois é obrigado a seguir adiante. Em nossas vidas temos o tempo para acelerar nossas decisões e no Battle Royale contamos com o campo de força que dá dano se nos recusarmos a avançar.

Playerunknown’s Battlegrounds

Como o PUBG fez tanto sucesso, várias empresas copiaram o game, sendo que ele até foi ultrapassado por alternativas que além de serem free to play como o Fortnite e o FreeFire, ainda são mais acessíveis, pois basta ter um celular para jogar. A maioria dos grandes sucessos do passado eram leves e acessíveis, então esse ponto não foi diferente de jogos como Ragnarok Online, Counter Strike e Minecraft. Os Battle Royales ainda contaram com a ajuda de youtubers, que se conectaram com o seu público e começaram a jogar o que as pessoas estavam jogando.

Pessoalmente eu não gosto muito desse estilo Battle Royale. Já joguei, mas esse aspecto de sorte e competição do jogo começou a me incomodar, pois estava me trazendo mais para a realidade na qual eu estava vivendo do que eu gostaria. Não estou dizendo para vocês que o esforço não vale a pena e que não traz bons frutos, pois você precisa estar preparado para quando a oportunidade aparecer e até para lidar com o azar, mas não me venha com essa de dizer que é apenas uma questão de se dedicar, porque não é, pois existem muitos mais elementos que definem o sucesso, alguns são totalmente aleatórios. Acho que o futuro dos jogos online é a competição cada vez mais acirrada entre as pessoas, pois esse também parece ser o rumo da humanidade, então esteja preparado.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s